Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

cadeira de rodas.jpg

 

“Preciso de uma cadeira de rodas para deslocar a minha sobrinha Helena, que é doente, acamada e idosa” desabafa a tia Anastácia Dias também idosa e, continua “há dois anos que Helena é de cama, tem feridas por todo o corpo por estar tanto tempo na cama, coitada, e eu pela minha idade não consigo carrega-la nem dentro de casa nem para lhe dar um fresquinho e um banho de sol” disse a tia Anastácia.

 

Helena Dias é uma idosa doente de 67 anos, acamada há dois anos e sofre de atraso mental. Vive aos cuidados da tia Anastácia Dias residente na zona do campinho em São Vicente. Desesperada pelo sofrimento da sobrinha, Anastácia apela a solidariedade de todos.

 

” Peço uma cadeira de rodas para carregar essa inocente que é acamada há dois anos, não consigo carrega-la, e quando tenho que o fazer impriviso uma cadeira de rodas que é na verdade uma cadeira de plastico tipo as de bares. Peço ainda a quem tiver amor para me ajudar com produtos de higiene ou roupas de cama, porque quem tem doente em casa não há roupas de cama nem produtos de higiene que cheguem”.

 

Helena nasceu com problemas de saúde e conta Anastácia que adianta que com a idade as coisas complicaram-se mais “Os médicos não me disseram qual é a doença dela. Helena precisa de cuidados e tratamentos diários.”

 

IMG_20180705_224605_811.jpg

 

No dia em que se celebra 43 anos da independência de Cabo Verde, o movimento cívico, Sokols, mais uma vez, saiu à rua para uma marcha pacífica contra as fomes dos dias de hoje numa alusão a marcha da fome do Capitão Ambrósio.

 

Os manifestantes vestidos de preto, empunhavam bandeira negra e cartazes com a palavra de ordem “Fome”: fome da justiça social, fome do emprego, fome da saúde, fome de desenvolvimento, fome da dignidade, etc,etc.

 

Na avenida Marginal, no parque de estacionamento do cais de cabotagem, último ponto do trajeto, Salvador Mascarenhas, líder do Sokols em declarações a imprensa disse que apesar de 43 anos de independência, é evidente que ainda muita coisa está mal.

 

“Nos 43 anos de independência de Cabo Verde verificamos que muita coisa está mal e algumas coisas andaram para traz, nomeadamente nos transportes, na saúde. Aqui em São Vicente assistimos cenas hilariantes de pessoas que não têm dinheiro para pagar um TAG é terrível” denuncia Salvador Mascarenhas, para quem o lema da marcha “Fome” é um alerta das várias fomes que o país enfrenta.

 

“As fomes que estamos a marchar é para chamar atenção que há fome de justiça, há fome de emprego, há fome de saúde, há fome de transporte etc. e principalmente fome de autonomia. Pensamos que se a nossa ilha e as ilhas todas tiverem autonomia Cabo Verde terá um futuro muito mais próspero e essas fomes poderão desaparecer.”

 

20180705_113538.jpg

 

Questionado se está surpreso pelo número de manifestantes, o líder Sokols garante que não e que Sokols nunca vai desistir.

 

“Não, não estou nada surpreso. E sei as manobras que tinham havido. Nós não andamos a fazer uma campanha de uma manifestação mas sim uma marcha. Houve uma campanha massiva do governo da juventude, mas já estamos habituados a isso, vamos continuar a marchar com 10, 15, 20 pessoas, vamos insistir é assim que fazem as mudanças num país.”

 

A marcha da fome do capitão Ambrósio começou na zona libertada da Ribeira Bote, percorreu as principais artérias de Mindelo até Avenida Marginal.

 

36027128_2144454232262162_5900726379653103616_n.jp

Foto: CMSV

Concluída a 1ª fase das obras de melhoramento da estrada que vai ligar Ribeira Julião a Ribeira de Vinha. A inauguração, dos cerca de dois quilómetros de estrada calcetada, aconteceu esta sexta-feira, 22. O projeto, financiado pelo Fundo Autónomo de Manutenção Rodoviária, da continuidade as obras de requalificação urbana da Câmara Municipal de São Vicente.

 

A obra orçada em cerca de 15 mil contos passa por Ribeira de Julião e Lixeira. A 2ª fase levará a estrada à Ribeira de Vinha.

IMG_20180601_164513.jpg

 

Hoje o dia é das crianças e, por isso, a Câmara Municipal de São Vicente realiza em parceria com a Kidslandia um leque de atividades na praça Nhô Roque para proporcionar aos mais pequenos momentos de diversão e alegria.

 

O Noviactual esteve no local e conversou com algumas crianças sobre a importância do dia e mostraram-se satisfeitas com as atividades.

 

 

O Dia internacional da criança é comemorado em todo o mundo e tem como finalidade chamar a atenção para os problemas que as crianças enfrentam.

 

IMG_20180601_164500.jpg

IMG_20180601_164526.jpg

 

Neste dia dedicado às crianças, o Noviactual recorda a música infantil "Tempo sabi, tempo di mininu" na voz de Titita.

English French German Italian Dutch

Sobre o autor

foto do autor

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários