Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

2020-02-28t171344z_1391531193_rc2t9f9cwam8_rtrmadp

Foto: Reuters

 

O número de infetados está a aumentar a cada dia. Cabo Verde está no topo dos PALOP a nível de casos de infeção pelo Covid 19. Por isso é bom que respeitem as recomendações. Fique em casa!

 

O uso de máscaras já foi liberado. O Estado de Emergência foi prolongado até o dia 2 de maio, para as ilhas com casos positivos do Covid 19 (Boa Vista, Santiago e São Vicente) e para o dia 26 de abril para as ilhas sem casos positivos tendo em vista a contenção do novo coronavírus. No entanto, o primeiro-ministro já avisou que o estado de emergência não será renovado. Portanto, está nas suas mãos.

 

Isolamento social, limpeza da casa e higiene pessoal são fundamentais para evitar o contágio por coronavírus. Não há duvida de que ficar em casa é o melhor remédio para travar a propagação do vírus. 

 

Caso for mesmo necessário sair - para trabalhar, ir às compras ou a farmácia - que o faça de forma segura e que regressa também em segurança. 

 

 

Dicas para sair em segurança:

 

- Use roupas simples, prende o cabelo e evite usar acessórios como brincos, colares, pulseiras, anéis ou outros desnecessários.

 

- Prefira usar uma bolsa simples ou de pano, fácil de lavar

 

- Use lenço de papel ao tocar em qualquer superfície, de seguida deite-o no lixo. 

 

- Evite usar transportes públicos ou táxis.

 

- Evite lugares com muitas pessoas

 

- Ao tossir ou espirrar cubra a boca com o antebraço. 

 

- Evite tocar em dinheiro ou em qualquer superfície, mas se o fizer desinfeta imediatamente as mãos com álcool gel (caso tenha) ou conserva bem as mãos até chegar a casa. 

 

- Muito importante evite tocar no rosto.

 

- Evite cumprimentar com beijos, abraços ou apertos de mão e mantenha a distância de segurança de 2 metros das outras pessoas.

 

 

Dicas para regressar a casa em segurança:

 

- Logo a entrada tire os sapatos, coloque-os num canto e separe a roupa para lavar ou estender ao sol

 

- Lave imediatamente e bem as mãos com água e sabão

 

- Caso for passear o seu animal de estimação lave bem as patas com água e sabão antes de entrar

 

- Limpe objetos de uso. Mergulhe chaves e moedas numa mistura de água, sabão e lixivia. A mesma mistura serve para limpar a bolsa. Telemóveis, cartão de banco, óculos devem ser desinfetados com água e sabão ou álcool. 

 

- Tome banho, caso não for possível lave bem todas as partes expostas 

 

 

Se tiver algum sintoma deve ligar para 800 11 12.

O ideólogo das independências da Guiné-Bissau e Cabo Verde, Amílcar Cabral, foi considerado o segundo maior líder mundial de todos os tempos, numa lista elaborada por historiadores para a BBC.

 

Amilcar-Cabral-460x280.jpg

 

A lista é da revista BBC World Histories Magazine e foi feita por historiadores, que nomearam aquele que consideram ter sido o maior líder – alguém que exerceu poder e teve um impacto positivo na humanidade.

 

O indiano Maharaja Ranjit Singh, líder do império sikh do início do século XIX foi considerado o maior lider de sempre.

 

E logo a seguir, aparece Amílcar Cabral, descrito como o “combatente pela independência africana”, que reuniu mais de um milhão de guineenses para se libertarem da ocupação portuguesa, uma acção que levou outros países africanos colonizados a lutarem pela independência.

 

Depois de Amílcar Cabral surge na lista o britânico Winston Churchill e em quarto lugar o Presidente norte-americano Abraham Lincoln, seguindo-se na quinta posição a monarca britânica Isabel I (1533-1603).

 

A lista incluía o faraó Amenhotep III; o rei inglês William III; a imperatriz da China Wu Zetian; a combatente francesa Joana d'Arc; o imperador do Mali Mansa Musa; a imperatriz russa Catarina, a Grande; ou o Papa Inocêncio III, entre uma vintena de nomes.

 

Amílcar Cabral foi escolhido pelo historiador britânico Hakim Adi, especialista em assuntos africanos, segundo o qual a luta de Cabral pela independência da Guiné-Bissau e Cabo Verde também transformou Portugal.

 

Professor de História de África e de Diáspora Africana na universidade britânica de Chichester, Hakim Adi lembra, ao justificar a escolha de Amílcar Cabral, diz que “o grande Amílcar Cabral”, além da luta pela independência da Guiné-Bissau e Cabo Verde, também teve um papel de liderança na libertação de outras colónias portuguesas. E essas lutas armadas acabaram por resultar numa revolução em Portugal “e no início de uma nova era democrática” no país.

 

“Muitos africanos continuam a ser inspirados pela grande liderança de Cabral. A sua vida e trabalho mostram que, quaisquer que sejam os obstáculos, as pessoas são capazes de ser os seus próprios libertadores”, diz o historiador.

 

O fundador do PAIGC, nasceu na Guiné-Bissau a 12 de Setembro de 1924, filho de cabo-verdianos e foi assassinado a 20 de Janeiro de 1973, em Conacri.

 

Com Publico.pt

mw-860.jpg

 

A ingrata levou o artista e Cabo Verde fica consternado. Jorge Neto morreu esta quinta-feira, 20 de fevereiro, no hospital Egas Moniz, em Lisboa.

 

O artista, sofreu um AVC no dia 30 de dezembro, quando preparava para viajar para São Vicente, Cabo Verde, para um espetáculo de final de ano. O cantor esteve internado desde essa altura e havia esperança que pudesse recuperar de mais um acidente depois de ter sofrido em 2012 também um AVC. 

 

Jorge Neto de 55 anos, residia em Portugal. Nasceu em São Tomé e Príncipe em 1964, filho de mãe cabo-verdiana e pai santomense. Aos quatro anos foi viver com a família para Portugal. Emigrou para Holanda onde começou a sua carreira musical, como vocalista da banda Livity.

 

Ao longo dos mais de 30 anos de carreira, Jorge Neto deixou nove discos gravados e imagem de uma figura de palco cativante em qualquer palco como alias demonstrou ao longo do tempo em Cabo Verde e em outros vários palcos do mundo.

 

 "Nha Placo" foi o seu último disco gravado depois de uma paragem de 11 anos. 

naom_571fe2a2a45f1.jpg

 

Artista portuguesa Carolina Deslandes utilizou as redes sociais para demonstrar a sua indignação sobre o caso da morte do jovem cabo-verdiano Geovani e pelas declarações proferidas num canal de TV por uma advogada portuguesa que chamou os cabo-verdianos de "gentalha".

 

Na conta oficial do Instagram, Deslandes publicou um vídeo com a legenda:" justiça para Geovani. E se fosse o teu filho?“. O vídeo da música foi partilhado por milhares de seguidores.

 

IMG_20200111_205554_114.jpg

 

O jovem de 21 anos, natural da ilha do Fogo, morreu na sequência de múltiplas agressões, por parte de um grupo de 15 indivíduos, no passado dia 31 de dezembro.

 

Vale referir que este sábado, 11 de janeiro, foi o dia escolhido para manifestações em várias cidades da Europa e de Cabo Verde em homenagem ao jovem cabo-verdiano. No Mindelo, Sokols exigiu esclarecimentos urgentes sobre o caso.

luís-rodrigues.jpg

 

Sokols realiza marcha silenciosa sábado, 11 de janeiro, no Mindelo para manifestar indignação sobre o caso da morte do jovem cabo-verdiano em Portugal. O Movimento cívico pede justiça e cabal esclarecimento do caso.

 

Giovani Rodrigues que se deslocou a Portugal recentemente para estudar no Instituto Politécnico de Bragança foi vitima de espancamento brutal de um grupo de portugueses. Com ferimentos graves foi conduzido a um hospital no Porto, onde esteve internado. Não resistiu tendo falecido dias depois. Luís Giovani Rodrigues tinha 21 anos e era natural da ilha do Fogo. 

 

A concentração para a manifestação acontece este sábado na Praça Dom Luís pelas 14 horas, e vai percorrer as principais artérias da cidade do Mindelo.

 

Estupidez sem limite que causa sofrimento sem fim

English French German Italian Dutch

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

Mais comentados