Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

53865627_2702528566454723_8276768997232345088_n.jp

 

 

A 35ª edição do Festival de música da Baía das Gatas acontece na segunda semana do mês de agosto entre os dias 9 e 11. O anúncio foi feito, esta sexta-feira 15, pela Câmara Municipal de São Vicente, através da sua pagina oficial na rede social.

 

Desde 1984 que o Festival Internacional de Música da Baía das Gatas é uma marca muito apreciada pelos amantes da música e do convívio imperdível a beira mar. As ilhas e o mundo convergem-se na praia da Baía, para durante três dias, acompanharem os shows de artistas e grupos que vêm de diversas paragens desse mundo fora.

 

E é claro que este ano não vai ser diferente.

4revista07maio2016.jpg

 

O músico e compositor Joaquim Monteiro, mais conhecido por Djack Monteiro, morreu na tarde de quarta-feira, 13 de março, tinha 89 anos de idade. 

 

Último disco gravado, um CD de nome Sentimento, produção de Boa Música Limitada do Jovem empresário Júlio do Rosário. 

 

À RCV Rosário lamenta a morte de Djack Monteiro e disse que Cabo Verde perde uma grande voz, um grande musico, um grande homem. 

Júlio Rosário fez questão de frizar que estava a preparar a gravação de um segundo CD algo que não aconteceu por motivos de complicação de saúde do artista. 

Emocionado, Rosário reconhece que foi bom conhecer Djack Monteiro e ter trabalhado com ele. Djack Monteiro foi um grande amigo de quem esteve sempre muito perto nos últimos dias da sua vida adianta ainda Júlio Rosário. 

 

Desde muito cedo revelou-se um grande cantor. Djack Monteiro deixa saudades, bonitos temas musicais gravados em disco, uma bela voz para recordar trazendo à memoria um dos primeiros talentos a divulgar a música tradicional cabo-verdiana - morna e coladeira. 

 

54255728_2058056190939465_4782721060787191808_n.jp

Zézé.jpg

 

Zézé e Zeca de nha Reinalda, dois astros da música tradicional cabo-verdiana, vão ser homenageados no sábado 9 de fevereiro, numa iniciativa da SOCA - Sociedade Cabo-verdiana de Autores.

 

Os dois irmãos José Bernardo Fernandes e Emanuel Maria Fernandes, ou simplesmente Zézé e Zeca de nha Reinalda formam a dupla que cantaram e encantaram no país e no mundo.

 

Nascidos no Bairro Craveiro Lopes, na cidade da Praia, cedo despertou-lhes o gosto pela música. Os irmãos já interpretaram e compuseram inúmeros temas que fizeram sucesso nas pistas de dança cá dentro e lá fora. 

 

Recordemos alguns dos temas "Entre espada e parede" popularmente conhecido como Feia cabelo bedju,  "Ngabado ta Nterrado", "N' ka por si", " Fome 47", "Praia Maria", "Dotorado", "Si manera", "Dexam canta Cabo Verde", "Ambiente mas sileto" ... são tantos...

 

A homenagem aos irmãos acontece na Assembleia Nacional, na ilha de Santiago e contará com a participação de artistas como Grace Évora, Princezito, Zé Rui de Pina, Gerson Spencer e Rui Cruz.

 

No evento será igualmente feito a distribuição de direitos de autor a cerca de 20 autores membros da SOCA.

ildo_fortes-390x260.jpg

 

O Bispo da Diocese de Mindelo apresentou este domingo 3, no Mindelo, a obra "Sirvo a Igreja com paixão". O livro de autoria de Dom Ildo Fortes conta com a chancela da PAULUS Editora. A apresentação aconteceu no Centro Cultural do Mindelo.

IMG_20190131_093840_179.jpg

 

Marco de Camillis, o coreógrafo italiano que participou nos programas da RTP Operação Triunfo e Danças pelo Mundo encontra-se em Cabo Verde onde orientou no Mindelo de 28 a 30 de janeiro um workshop/casting de dança.

 

O workshop que terminou na tarde de quarta-feira, 30, no Mindelo teve como finalidade escolher bailarinos para trabalharem no Sal e num projeto além-fronteiras. Participaram no workshop 37 bailarinos, bons bailarinos na opinião do coreógrafo italiano "sinceramente estiveram bem. Trabalhei com muitos e bons bailarinos".

Atualmente Marco de Camillis trabalha na ilha do Sal com hotéis onde apresenta danças modernas.

English French German Italian Dutch

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

Pub