Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

mw-860.jpg

 

A ingrata levou o artista e Cabo Verde fica consternado. Jorge Neto morreu esta quinta-feira, 20 de fevereiro, no hospital Egas Moniz, em Lisboa.

 

O artista, sofreu um AVC no dia 30 de dezembro, quando preparava para viajar para São Vicente, Cabo Verde, para um espetáculo de final de ano. O cantor esteve internado desde essa altura e havia esperança que pudesse recuperar de mais um acidente depois de ter sofrido em 2012 também um AVC. 

 

Jorge Neto de 55 anos, residia em Portugal. Nasceu em São Tomé e Príncipe em 1964, filho de mãe cabo-verdiana e pai santomense. Aos quatro anos foi viver com a família para Portugal. Emigrou para Holanda onde começou a sua carreira musical, como vocalista da banda Livity.

 

Ao longo dos mais de 30 anos de carreira, Jorge Neto deixou nove discos gravados e imagem de uma figura de palco cativante em qualquer palco como alias demonstrou ao longo do tempo em Cabo Verde e em outros vários palcos do mundo.

 

 "Nha Placo" foi o seu último disco gravado depois de uma paragem de 11 anos. 

naom_571fe2a2a45f1.jpg

 

Artista portuguesa Carolina Deslandes utilizou as redes sociais para demonstrar a sua indignação sobre o caso da morte do jovem cabo-verdiano Geovani e pelas declarações proferidas num canal de TV por uma advogada portuguesa que chamou os cabo-verdianos de "gentalha".

 

Na conta oficial do Instagram, Deslandes publicou um vídeo com a legenda:" justiça para Geovani. E se fosse o teu filho?“. O vídeo da música foi partilhado por milhares de seguidores.

 

IMG_20200111_205554_114.jpg

 

O jovem de 21 anos, natural da ilha do Fogo, morreu na sequência de múltiplas agressões, por parte de um grupo de 15 indivíduos, no passado dia 31 de dezembro.

 

Vale referir que este sábado, 11 de janeiro, foi o dia escolhido para manifestações em várias cidades da Europa e de Cabo Verde em homenagem ao jovem cabo-verdiano. No Mindelo, Sokols exigiu esclarecimentos urgentes sobre o caso.

luís-rodrigues.jpg

 

Sokols realiza marcha silenciosa sábado, 11 de janeiro, no Mindelo para manifestar indignação sobre o caso da morte do jovem cabo-verdiano em Portugal. O Movimento cívico pede justiça e cabal esclarecimento do caso.

 

Giovani Rodrigues que se deslocou a Portugal recentemente para estudar no Instituto Politécnico de Bragança foi vitima de espancamento brutal de um grupo de portugueses. Com ferimentos graves foi conduzido a um hospital no Porto, onde esteve internado. Não resistiu tendo falecido dias depois. Luís Giovani Rodrigues tinha 21 anos e era natural da ilha do Fogo. 

 

A concentração para a manifestação acontece este sábado na Praça Dom Luís pelas 14 horas, e vai percorrer as principais artérias da cidade do Mindelo.

 

Estupidez sem limite que causa sofrimento sem fim

IMG_20191220_152927_608.jpg

 

É já nos dias 27 e 28 de dezembro que Mindelo acolhe a 4ª edição do Sodade Music Festival. Um evento que acontece anualmente na Holanda, e este ano homenageia o músico mindelense Biús.

 

Promovido pela Fundação Morabeza, o evento vai decorrer em simultâneo em três palcos. Praça Nova, Hotel Porto Grande e Mindel Hotel com vários estilos musicais e onde a música, a gastronomia (cabo-verdiana e holandesa) e o artesanato se cruzam. 

 

No Festival Sodade atuam artistas como Tubarões, Cordas do Sol e Ceuzany, Broederliefde, Djim Job, Boy Ge Mendes, Marizia do Rosário, Elida Almeida e Melissa Fortes.

 

O Festival Sodade acontece todos anos, desde 2016, na Holanda tendo já homenageado artistas como Cesária Évora, Luís Morais e Carlos Alberto Martins (Catchás).

78927930_165728344522263_3558779265463877632_o.jpg

 

11 de dezembro passa a ser um dia histórico para Cabo Verde. A Morna é a partir de hoje, Património Cultural Imaterial da Humanidade. 

 

A candidatura do género musical cabo-verdiano foi aprovada na 14ª reunião do Comité Intergovernamental da UNESCO, em Bogotá, Colômbia.

 

"Hoje o meu país celebra a inscrição da sua alma na alma da humanidade", Abrão Vicente minutos após a Morna ser reconhecida como Património Imaterial da Humanidade.

 

A candidatura da Morna foi entregue em março de 2018, pelo ministro da Cultura e das Indústrias Criativas. 

 

O Dia Nacional da Morna foi criado, a 27 de fevereiro de 2018. A data escolhida foi três de dezembro, dia do nascimento de B.Leza.

English French German Italian Dutch

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

Mais comentados