Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

A ilha de Santo Antão foi descoberta no dia 17 de Janeiro de 1462, o seu ponto mais alto é o Tope de Coroa. É a primeira ilha do País e a segunda maior de Cabo Verde. Possui quatro cidades: Porto Novo, Ribeira Grande, Ponta do Sol e As Pombas.

  

A ilha é dona de uma rica beleza natural, uma das mais belas do país com vales e montanhas verdejantes, ar puro, fresco e húmido, com uma população simpática e hospitaleira. 

 

 

Paul o coração de S. Antão com águas constantes nas ribeiras e os seus “ Jardins Floridos”.

 

 

A agricultura e a pecuária são as principais actividades económicas de S. Antão, ilha vizinha de S. Vicente distanciando-se apenas 1 hora de barco. Anualmente realiza-se a FAMISA - Feira de Produtos Agro-Industriais “Made In Santo Antão”, um evento que acontece em S. Vicente nas vésperas do Festival da Baía das Gatas e onde os pequenos produtores expõem os seus produtos. Na ilha pode-se encontrar um leque de produtos com destaque para o grogue de cana-de-açúcar que muitos dizem ser o melhor de Cabo Verde. 

 

 

“A fome de 47”, o “massacre de 31 de Agosto”, são alguns dos acontecimentos que fizeram sofrer a população. 

 

S. Antão acolhe grandes festas religiosas e de Romaria nomeadamente: S. António das Pombas no Paul, S. João Baptista no Porto Novo e Santa Cruz em Coculi Ribeira Grande. A ilha acolhe ainda festivais como Sete sóis sete luas na Ribeira Grande e  Curraletes no Porto Novo.

 

S. Antão carece ainda de muito… Há pessoas que vivem em lugares isolados e de difícil acesso, com muitas dificuldades nomeadamente, falta de energia, água canalizada, saneamento… A taxa de desemprego é elevada com predominância na camada mais jovem - mas este não é um problema só de S. Antão, mas sim de Cabo Verde. 

A ilha de São Vicente festeja hoje o seu Padroeiro e dia do Município. 

A data é comemorada no dia em que a ilha foi descoberta a 22 de Janeiro de 1462, pelo navegador português Diogo Gomes e coincide com o dia da celebração do seu padroeiro São Vicente.

 

A ilha de São Vicente tem uma história muito “rica”.

Desde sempre a ilha foi considerada a mais importante de Cabo Verde, pelo seu Porto grande, o maior do País. O Porto como o nome indica grande proporcionou a ilha de S. Vicente um grande desenvolvimento.

 

  

Quando falam da história da ilha fazem sempre referência as Companhia de depósito de carvão para abastecimento dos navios que por aí passavam, e dos Ingleses, que deixaram muitas heranças, como “as casas dos Ingleses” e o golfe. 

Falam também que, o desporto tinha uma grande “força” na ilha de São Vicente, uma das maiores equipas era o Mindelense.
Não é à toa que alguém uma vez disse:” Um vez Soncente era ote cosa”.
A sua cidade Mindelo foi considerada a capital de cultura de Cabo Verde.
A ilha de São Vicente é conhecida mundialmente pela sua Musica (Morna e coladeira); pelo Festival de Música da Baía das Gatas, o primeiro festival de música em Cabo Verde; pelo Carnaval; pelo Festival Internacional de Teatro Mindelact, pelo Campeonato de surf Sandy beach.

Bana, Cesária Évora, Tito Paris, Grace Évora entre outros nomes da música nasceram na ilha do Monte Cara ou ilha do Porto Grande como é conhecida.
A ilha de “Morabeza” é dona de belas praias como Laginha, Calhau, Baia das gatas, Praia grande entre outras.

 

 

Neste momento a ilha vive numa situação de abandono, com uma taxa de desemprego elevada. 

A Violência tomou conta de S. Vicente, e a insegurança se instalou nesta ilha. Apesar disso, o Mindelense não pára, não se refugia por medo, é uma população activa, corajosa e que quer lutar pela sua liberdade. Jovens que poderiam estar a contribuir para o desenvolvimento desta ilha, contribuam para o seu retrocesso.
A Praça Nova que sempre foi o ponto de encontro dos Mindelenses, hoje é o ponto de encontro dos “Gangs”. O governo ainda não conseguiu travar essa situação.
Recentemente surgiu uma associação cívica denominada “Cordá Monte Cara”, com o objectivo de lutar pelo desenvolvimento, estabilidade e segurança da ilha.
São Vicente é a nossa ilha de “nascença” de “criação” ou do “coração” e cabe a cada um de nós lutar por ela.

English French German Italian Dutch

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

Pub