Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

 

 A 3ª Edição da EXPOMAR CABO VERDE – Feira das Atividades Económicas ligadas ao MAR, decorre no Mindelo sob o lema “Nôs Mar, Nôs Riqueza”.

 

O evento promovido pelo Núcleo Operacional do Cluster do Mar e a Câmara de Comércio de Barlavento decorre até ao dia 8 de Novembro.

 

Participam na EXPOMAR Cabo Verde 2014 expositores e visitantes profissionais estrangeiros, provenientes de paises como Espanha, Costa de Marfim, Guiné Equatorial e Portugal.

 

 

A taxa de desemprego em Cabo Verde aumentou de 10,7 % em 2010 para 12,2% em 2011. 

 

A ilha mais afectada é a de São Vicente cuja taxa de desemprego é de 18, 3%, valor que justifica a preocupação dos sanvicentinos que há muito vêm reclamando do abandono da ilha.


A camada jovem dos 15 aos 24 anos, assumida pelo governo como sendo a sua maior aposta, é a mais afectada com a taxa de 27,1%.


Os valores, apresentados pelo INE, não preocupam o governo, que atire a culpa para a crise financeira internacional. Será a crise a culpada?

 

 

Agência para o Desenvolvimento Empresarial e Inovação (ADEI) e o Ministério do Ensino Superior, Ciência e Inovação (MESCI) lançam no Mindelo "Start- Up Universitário".


Trata-se de um projecto concurso de ideias e plano de negócios. O concurso será lançado publicamente esta segunda-feira, 30, no Mindelo. O objectivo é promover o espírito empreendedor nos jovens Universitários.

 

 

A partir desta Segunda-feira, 23, viajar de barco, entre ilhas, fica mais caro. A Agência de Regulação Económica fixa novas tarifas dos Transportes Marítimos de Passageiros, a vigorar a partir de zero horas desta Segunda-feira, 23 de Abril.

 

A ARE explica que foram consideradas duas tabelas de preços, uma para embarcação convencional e outra para embarcação de alta velocidade.

 

Depois do aumento dos preços dos combustíveis no passado dia 10 de Abril, a ARE já fez mais três actualizações: Transportes públicos, Electricidade e agora Transportes marítimos.

 

É caso para dizer: aperte um pouco mais o cinto, respira fundo, agora conte até dez e continua em frente à espera de novo aumento.

 

A partir de zero hora desta quarta-feira, 18, o país enfrenta um novo aumento, desta vez de electricidade. 

 

De acordo com a nova tabela, a electricidade de baixa tensão doméstica, no primeiro escalão até 60 KWh/mês, passa a custar 31,38 escudos/KWh/mês, um acréscimo de 1,35 escudos. O Segundo escalão, maior que 60KWh/mês sobe para 38,55 escudos/KWh/mês um aumento de 1,66 escudos. 

 

A electricidade para a iluminação pública, no escalão único, custa agora 29, 56 escudos/KWh, sofrendo um aumento de 1,27 escudos. 

 

Quanto à electricidade de baixa tensão industrial, no escalão único, passa a custar 34, 52 escudos/KWh, um acréscimo de 1,49 escudos. A eletricidade de média tensão, no escalão único, sobe para 30, 01 escudos /KWh, um aumento de 1, 29 escudos. 

 

A ARE justifica esta actualização, a ser aplicada pelas duas empresas de distribuição de Energia e Água em Cabo Verde, pelas “variações dos preços dos combustíveis”. 


Este é o terceiro aumento no espaço de uma semana: combustível que provocou o aumento de transporte e agora de electricidade. O próximo é...

 

Aperte mais o cinto, respira fundo e siga em frente. 

English French German Italian Dutch

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários