Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

etiopia.jpg

Foto/Reprodução internet

 

Abiy Ahmed Ali é o vencedor do Prémio Nobel da Paz de 2019. O anúncio foi feito esta sexta-feira, 11 de outubro, pelas Academias sueca e norueguesa. 

 

O prémio foi atribuído ao primeiro-ministro etíope pelos seus esforços para “alcançar a paz e a cooperação internacional” com os acordos de paz com a Eritreia. 

 

“A paz não chega das ações de apenas uma parte. Quando o primeiro-ministro estendeu a sua mão, Isaías Afewerki  [Presidente da Eritreia] agarrou-a e ajudou a formalizar o processo de paz entre os dois países”, evidenciou Berit Reiss-Andersen, líder​ do comité do Nobel. O acordo de paz foi assinado em 2018, pondo termo a quase 20 anos de tensão com a Eritreia.

 

Desde que Ali assumiu o cargo, em abril de 2018, passou vários meses “a tentar alcançar a amnistia” de vários presos políticos; legalizou grupos opositores, lutou para acabar com o estado de emergência no país; acabou com a censura dos meios de comunicação; promoveu a paz social e aumentou a importância do papel das mulheres na Etiópia, continuou o comité que atribui os prémios Nobel.

 

Nascido em 1976 na cidade de Beshasha, Abiy Ahmed foi eleito primeiro-ministro em abril de 2018. O politico é também engenheiro e militar.

 

Nobel-Literatura.jpg

 

Foto/Reprodução Internet

 

Com Público.

English French German Italian Dutch

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários