Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

fotógrafo-696x464.jpg

 

A 3ª edição do Catchupa Factory: Novos fotógrafos decorre a partir de hoje 20 até ao dia 4 de junho. São 12 participantes de Angola, Moçambique e Cabo Verde. A iniciativa é da Associação Olho-de-gente (AOJE) e tem como finalidade apostar no desenvolvimento artístico e profissional de novos fotógrafos na região dos PALOP.

 

Diogo Bento da Associação AOJE garante que o projeto pretende criar um grupo de fotógrafos e fortalecer uma rede de ligação entre eles “permite desenvolver trabalhos de uma forma mais eficiente e trocar experiencia, no fundo, fortalecer a capacidade destes fotógrafos, por um lado desenvolver o seu trabalho artístico e por outro estar inserido no mercado de trabalho regional e global”.

 

A iniciativa que tem apoio financeiro da fundação Calouste Gulbenkian pretende internacionalizar os fotógrafos “aumentar a rede de contactos e pôr todos estes artistas e fotógrafos em colaboração com curadores internacionais que lhes poderão trazer no futuro novas colaborações”.

 

Bento esclarece que a formação não vai incidir sobre aspetos técnicos mas sim, numa abordagem teórica “é desenvolver um corpo de trabalho partindo de um questionamento, de uma inquietude dos participantes e transformar essa mesma preocupação numa linguagem visual que depois funciona em termos de narrativa visual com um conjunto de imagens”, disse Diogo Bento acrescentando que os participantes serão acompanhados com sessões de críticas.

 

Flávio Cardoso fotógrafo angolano há quase quatro anos. A fotografia surgiu primeiro como hobbie, mas hoje é a sua profissão. “O meu estilo fotográfico é muito virado para paisagismo. Eu procuro documentar, o potencial do meu país [Angola], lugares que poucos conhecem, vivências, e culturas”.

 

Flávio Cardoso explica que sempre divulgou o seu trabalho nas redes sociais resultando numa interação com a comunidade “isso acabou por me motivar e levar isto mais a sério. E, no início deste ano fiz uma primeira exposição, a solo, em que apresentei um bocadinho do meu trabalho”.

 

Este programa termina com apresentação pública dos projetos desenvolvidos no pátio do centro artesanato e design e conta com colaboração da formadora sul-africana Michelle Loukidis.

English French German Italian Dutch

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários