Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

Continente africano - 54 preciosidades, imensos recursos naturais e minerais como diamantes, ouro, petróleo, cacau, café... Belas paisagens, praias maravilhosas, desertos e uma variedade de espécies selvagens.

 

A capulana, o pano de terra, o tecido africano… Para aém de estar na moda, é a nossa marca. E, não é exagero dizer que, uma mulher com estas vestes sente-se vaidosamente africana. Neste continente há também grandes artistas, grandes músicos e grandes bandas. Os estilos musicais passam por cabo (love) zouk, makossa, semba, morna, funaná, marrabenta, soukous e outros.

 

Neste continente negro encontramos líderes políticos e cidadãos do mundo como Nelson Mandela, Agostinho Neto, Amílcar Cabral… do futebol Eusébio, George Weah e Mohamed Salah, este último visto como o grande futebolista da atualidade e, vai estar no mundial da Rússia representando Egipto país de que é natural. Da música pode-se citar Cesária Évora, Miriam Makeba, Alpha Blondy… da literatura Mia Couto, Germano Almeida… etc, etc.

 

Em África há uma imensa diversidade cultural, a gastronomia é de criar água na boca cachupa, funje, arroz jollof, tchep djen, fufu, frango yassa e mingau.

 

Neste 25 de maio, dia da África, o Noviactual conversou com Ana Vieira, Sodjo Djau, Vanessa Fonseca e Tâllátou Bha sobre o que de melhor tem no continente negro e o que falta para que África seja um continente mais próspero.

 

africafoto.PNGDa esquerda para direita Sodjo Djau, Vanessa Fonseca e Tâllátou Bha. 

 

Sadjo Djau guineense - “O nosso continente é riquíssimo. Temos muitas coisas boas. As pessoas, a música, as riquezas naturais…muita coisa boa mesmo”.

 

Ana Vieira cabo-verdiana- “África tem muitas coisas boas mas é preciso aproveita-las de melhor forma. Os países que têm muitas riquezas devem fazer um bom uso desses recursos e fazer com que não haja grandes desigualdades sociais”.

 

Mas infelizmente a África não é só coisas boas há problemas gerados pelas diferenças étnicas e religiosas, políticas, económicas e sociais. Mas o que a África precisa para ser um continente melhor?

 

Ana Vieira, cabo-verdiana - “África é um continente muito rico. Precisa é de gente honesta, embora desonestidade há em todo o lugar mas se nós, os africanos, juntássemos com o objetivo de desenvolver o nosso continente seria maravilhoso. África é rica. Só Cabo Verde que é pobre (risos). Mas estamos bem, temos paz, que é o mais importante”.

 

Sadjo Djau, guineense - “O problema de África são os governos. Governos corruptos. Com bons governos poderia viver-se bem em África. Mas como não é o que acontece somos obrigados a emigrar para outros países. Eu escolhi Cabo Verde, aqui estou tranquilo. No caso de Guine Bissau, o problema é o presidente”.

 

Vanessa Fonseca, cabo-verdiana - “Não sei porque nunca estive lá [em África] mas acho que é igual a Cabo Verde falta de condições de vida. É uma crise mundial e as pessoas vão se desenrascando".

 

Tâllátou Bha de Guiné Conacri - “A nossa África precisa de muita coisa. Se os governos trabalhassem bem não seria necessário emigrarmos ficaríamos nos nossos países. Mas Cabo Verde é um bom país para viver. Aqui há paz, gente boa. Não é como o meu país [Guine Conacri] onde muitos trabalham apenas dois ou três ficam com os resultados”.

 

África é o terceiro maior continente e o segundo com maior número de população.

 

20180523_103844.jpg

20180523_104006.jpg

English French German Italian Dutch

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários