Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

IMG_20190701_203059_903.jpg

 

"Cabo Verde Um Roteiro Sentimental, Viajando pelas Ilhas da Sodad, do Sol e da Morabeza" de Vera Duarte e Suzana Duarte será lançado, no próximo dia 3 de julho, quarta-feira, na Biblioteca Nacional.

redes sociais.png

 

Assinala-se hoje 30 de junho o dia Mundial das Redes Sociais. A iniciativa foi criada por Mashable, um weblog de notícias relacionadas a internet e mídias sociais, fundado por Pete Cashmore.

 

As redes sociais constituem atualmente uma "revolução digital" onde as pessoas conectam e socializam-se umas com as outras em qualquer parte do mundo.

 

São várias as redes sociais, pelos quais, muitos ficaram "perdidamente" dependentes é o caso de Orkut, Myspace, Hi5, Facebook, LinkedIn, Twitter, Pinterest e Instagram.

 

E, no dia em que se comemora o Dia Mundial das Redes Sociais, internautas de todo o mundo reúnem-se para celebrar a data.

 

E, nós por cá, convidámo-lo a conhecer as nossas páginas no Facebook, no Pinterest, no Instagram e no Youtube.

 

E, boas conexões!

VIRA-LATAS-QUEM-RESISTE-A-UM-OLHAR-DESTES.jpg

 

A Marcha pelo amor e o fim dos maus tratos a animais, marcada para o dia 29 de junho na cidade da Praia, ilha de Santiago, faz referência aos cães mortos por eletrocussão pela Câmara da Praia.

 

A iniciativa é do Movimento Civil para as Comunidades Responsáveis - MCCR. 

 

Isto acontece numa altura em que decorre uma petições online que pede o fim do abate de cães na cidade da Praia. A petição conta já com mais de 7500 assinaturas e será entregue à Câmara da Praia na próxima semana.

 

No sábado quando for 9 horas, a marcha parte da Avenida de Santiago, rua principal do Palmarejo. Cada participante é convidado "a levar uma peça de roupa preta em sinal de luto por todos os cães eletrocutados na lixeira da Praia."

images_noticias_not1603_PR_Palmas_castracao_caes_r

 

Não é novidade que quem maltrata um animal, inocente e indefeso, pode também maltratar um ser humano. 

No entanto, tendo em conta os últimos acontecimentos cruéis de chacina de animais de estimação na ilha de Santiago, o Noviactual relembra um estudo publicado em 2015, que comprove que "um agressor de um animal não é apenas um covarde. É também um potencial criminoso". A constatação feita através de uma pesquisa realizada para a dissertação de Mestrado do chefe de operações da Polícia Militar Ambiental de São Paulo, capitão Marcelo Robis Nassaro. 

 

Os animais são seres - iguais aos humanos, para não dizer melhor - com sentimentos, com direito à vida, à dignidade, a cuidados e a ter uma família. 

 

Vários os países conscientes desses direitos elaboram leis, para protege-los. Bons exemplos são para seguir e ao nosso redor há vários. É o caso do Brasil em que a Câmara de Brasília aprovou uma lei que pune agressores de animais com pena de um a três anos de prisão. E, se o crime for cometido de forma cruel, a pena aumenta para um terço. Em Portugal, desde 2014, maltratar animais domésticos é crime punido com pena de prisão até dois anos.

 

Apenas dois bons exemplos de países que bebemos muito daquilo que eles fazem em termos de lei.

 

Não dá vida, não deve tirar. Os nossos amigos de quatro patas têm direito de viver livremente a vida deles.

 

Pense nisso!

English French German Italian Dutch

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários