Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

 

 

Serenata Produções, através de Kicas Silva tem vindo a promover a música cabo-verdiana na ilha de São Vicente, mas o objetivo é levá-la a todo o arquipélago. Depois de homenagear artistas como Djosinha e Morgadinho, esta sexta-feira o homenageado foi Jorge Sousa pelos seus 70 anos.

 

Dos vários eventos realizados, vozes das ilhas é o mais procurado e, segundo Kicas Silva o objetivo é levar este evento às outras ilhas, através de parcerias com autarquias locais. “Pretendemos começar a fazer isso ainda este ano”.

 

O público assíduo dos espetáculos é, na maioria, pessoas de meia-idade, mas a juventude também aparece. “Temos apostado muito na qualidade e na seleção dos artistas.”

 

Até dezembro a agenda está recheada de eventos. Para cada mês, um espetáculo, um tema. Em julho “vozes da diáspora”, agosto traz “música das ilhas”, setembro é mês das recordações “lembrando nossos músicos e compositores” e outubro é vez de “novas vozes”.

 

O mês de novembro é dedicado a músicas tradicionais dos anos 70 e 80. Dezembro por ser um mês solidário, Serenata Produções promete trazer “solidariedade” em que é escolhido uma associação para ser ajudada.

 

Silva adianta que a recetividade do público é o motivo que o encoraja a continuar a dar o seu contributo à cultura cabo-verdiana.

“Porque o público tem sido recetivo aos nossos espetáculos desde 2011, ano em que começamos. Antes fazíamos espetáculos na Academia de música  Jota Monte mas como, neste momento, está impossibilitada de acolher qualquer atividade optamos pelo Centro Cultural do Mindelo", sublinha Kicas Silva acrescentando que “desde 2011 tem sido sempre a subir”. 

 

O evento solidário cuja finalidade é ajudar o ex-guitarrista de Cesária Évora, Vavá, que perdeu a visão, acontece no Quintal das artes no dia 6 de julho.

 

O guitarrista que já trabalhou também com Luís Morais enfrenta momentos difíceis e a ajuda de todos é indispensável.

 

Fatú Delgado, artesã, organizadora do evento explica ao Noviactual que o artista atualmente passa por dificuldades e o evento é para ajudar nas despesas de tratamento.

 

“A gala é para homenagear um colega da música que perdeu a visão. Váva vai viajar para tratamento e esta gala é para ajuda-lo nas despesas.”

 

Quanto a artistas convidados, a organizadora ressalta que são artistas desconhecidos, no entanto acrescentou “se algum artista conhecido quiser participar e dar o seu contributo é bem-vindo”.

 

Fatú apela ainda a participação de todos os são-vicentinos nessa causa nobre.

 

“O apoio de todos é importante. É um bem que estamos a fazer a um grande artista, um guitarrista que já trabalhou com Cesária Évora, Luís Morais entre outros mas, neste momento, está em dificuldades. Agradecemos a disponibilidade de todos que gostam de ajudar”.

 

A venda dos bilhetes reverte na totalidade a favor do ex-guitarrista de Cesária Évora e Luís Morais. A gala solidária acontece na próxima sexta-feira, 6 de julho pelas 20 horas no Quintal das artes. A entrada tem um custo simbólico de 300 escudos.

 

Na noite de 23 de junho, véspera do dia de São João Batista, pequenos e grandes saltam fogueiras de São João. A tradição mantém-se em quase todas as ilhas de Cabo Verde.

36027128_2144454232262162_5900726379653103616_n.jp

Foto: CMSV

Concluída a 1ª fase das obras de melhoramento da estrada que vai ligar Ribeira Julião a Ribeira de Vinha. A inauguração, dos cerca de dois quilómetros de estrada calcetada, aconteceu esta sexta-feira, 22. O projeto, financiado pelo Fundo Autónomo de Manutenção Rodoviária, da continuidade as obras de requalificação urbana da Câmara Municipal de São Vicente.

 

A obra orçada em cerca de 15 mil contos passa por Ribeira de Julião e Lixeira. A 2ª fase levará a estrada à Ribeira de Vinha.

Pág. 1/4

English French German Italian Dutch

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários