Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

Riso, a alegria que cura.

Carmo 4 Mai 18

Rir é o melhor remédio, já diz o outro. Mais, pode trazer benefícios vários para a saúde.

 

O riso pode resultar em boa disposição e dar lugar ao soltar de gargalhadas, podendo ser um tónico ao sistema imunológico, estimulando a energia, evitando o stresse e a ansiedade.

 

E, talvez inspirado nesses benefícios, o médico indiano Dr. Kataria criou o yoga do riso que é uma técnica que combina o riso com a respiração e que resulta no bem-estar fisico e mental.

 

Em comemoração ao dia mundial da terapia do riso, que se assinala no dia 6 de maio, o clube do riso de Cabo Verde organizou uma semana de atividades. E hoje aconteceu no Centro Cultural do Mindelo, uma conversa aberta sobre depressão, stress e ansiedade e a importância do riso e da terapia do riso para o bem-estar.

 

risos1.PNG

 

 A iniciativa, de acordo com Leonilda Ramos uma das líderes do yoga do riso, é muito importante pois permite combater o stress e a ansiedade.

 

“É muito importante este tipo de atividade. Nesta conversa vamos falar sobre as causas que levam os jovens ao suicídio e das doenças como stress, depressão e ansiedade. O nosso objetivo é mostrar que o yoga do riso é importante para combater esses males”.

 

O Yoga do riso é uma técnica que junta o útil ao agradável

 

 “Queremos mostrar que o yoga do riso, apesar de ser divertido é coisa seria. Saímos a rua, abraçando as pessoas e acreditamos que esse abraço pode melhorar, em muito, vários aspetos da vida dessas pessoas”.

 riso.PNG

 

As líderes do yoga do riso saíram, durante esta semana, à rua partilhando risos e abraços sem nada em troca e a reação foi de surpresa.

 

 “Foi boa a reação das pessoas, foi de espanto, porque não é algo que acontece na nossa sociedade”. Houve, no entanto, quem recusou o abraço talvez por causa da iniciativa surpresa do clube das líderes do yoga do riso, conclui a entrevistada.

 

Antes do início da conversa aberta, Leonilda Ramos ansiava um público participativo “espero muito publico, muita participação, dinâmica e que os participantes assimilem a mensagem”.

 

A semana do riso termina domingo com o dia da positividade na Laginha a partir das 15 horas.

 

De referir que o clube de yoga do riso já realiza habitualmente às segundas-feiras, no Centro cultural do Mindelo, sessões de yoga do riso com entrada livre.

 

Apareça, ponha de lado a depressão, stress e ansiedade e seja feliz com o clube de yoga do riso.

A zona piscatória de Salamansa celebra 3 de maio, dia de Santa Cruz. As atividades decorrem desde 21 de abril, com jogos de mesa, torneio de golfe, torneio de futebol juvenil, futebulim, ringue, procissão de bote, regata de bote a vela, natação, e varias atividades culturais.

 

E hoje, dia de Santa Cruz, o ponto mais alto aconteceu com missa, procissão e arrematação de ramos.

 

salamansa1.PNG

 

Amílcar Araújo, da comissão organizadora disse já na reta final das atividades comemorativas de Santa Cruz 2018, que tudo estava decorrendo na normalidade. Mas mostrou-se descontente pelo facto de a polícia ter encerrado todos os locais de diversão “uma coisa muito chata é que a polícia deu ordem para que a uma hora de madrugada fosse encerrado todos os locais de festa, de jogos e de vendas”, horário muito cedo desabafou “a polícia deveria consultar a organização e juntos estabeleceríamos um horário que satisfizesse a todos” disse.

 

O rufar dos tambores se fez sentir neste 3 de maio na festa de Santa Cruz.

 

“Santa Cruz é também uma festa de tambor, é uma festa de romaria e todas as festas de romaria tem tambor. Em Salamansa só se toque tambor no dia 3 de maio. Esta tarde vamos ter uma boa animação feita pelos tamboreiros para que a festa fique ainda melhor”.

 

salamansa.PNG

 

A Comissão organizadora do evento garante ter feito de tudo para que houvesse uma grande festa de Santa Cruz. Ao meio da tarde de 3 de maio Amílcar Araújo desejava de que tudo corresse bem, uma vez que pela frente estava ainda mais uma noite de festa de Santa Cruz. “Achamos que fizemos uma boa festa e, esperamos que até ao final, tudo decorre bem com grande civismo e que os participantes passam um bom dia de Santa Cruz”.

 

Como tem sido o envolvimento da Juventude na festa de Santa Cruz?

 

“Muito fraco. A juventude poderia envolver se muito mais nestas atividades. Um apelo que faço para que nos próximos anos, jovens se organizem melhor para que a festa possa desenvolver cada vez mais e para que no próximo ano tenhamos uma festa ainda melhor”.Organização e vontade é o que falta considera Amílcar Araújo. Garante, no entanto, que foi mais uma boa festa de Santa Cruz que de entre muitos atrativos e convívios no local, teve atuação musical de um grupo da localidade sendo que a música continuou pela noite com Rui Last One.

English French German Italian Dutch

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

Pub