Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

 

Uma carreira que começou com a participação no programa “Chuva de Estrelas” em 1994. A cantora de origem cabo-verdiana assinala 20 anos de carreira com dois espetáculos no Teatro São Luiz em Lisboa.

 

Em 20 anos, Sara já lançou quatro álbuns e um dvd. O primeiro surgiu em 1996 “Sara Tavares & Shout”. Três anos depois, em 1999 “Mi Ma Bô”.

 

Mas foi com “Balancê” (2006) que o mundo a descobriu como cantora-compositora, o que se traduziu na aclamação da crítica e na nomeação para os prémios BBC de World Music em 2007. Em 2009 chegou “Xinti” outro grande sucesso que arrecadou o prémio de melhor voz feminina no CVMA 2010, e no Africa Festival Award, na Alemanha, em 2012.

 

No concerto agendado para os dias 30 e 31 de Outubro, Sara tavares vai recordar os maiores êxitos e contará com convidados especiais.

 

Com renascença

 

A Jornada Nacional de Vacinação contra a Poliomielite que inicia nesta sexta-feira, 31, enquadra-se no Plano estratégico global cujo objetivo é erradicar a pólio até 2018.

 

A mega campanha de vacinação contra a poliomielite decorre porta a porta, durante 4 dias e até 03 de novembro, abrangendo cerca de 52.710 crianças menores de cinco anos em todo o país.

 

A cerimónia de lançamento oficial desta jornada, que conta com o apoio técnico e financeiro da OMS, teve lugar esta manhã na ilha de Santiago.

 

Vacine o seu filho contra a poliomielite!

 

Com Minsaúde

 
Do Monte Cara Vê-se o Mundo é o novo livro de Germano Almeida. Neste romance a cidade do Mindelo é a atriz principal, onde o escritor conta histórias da gente de São Vicente.

 

SINOPSE

 

“Mas quem diabo é este fulano? Somos amigos antigos, apressa-se Pepe a dizer-lhe, companheiros de passeios matinais da Laginha à Enacol, ando a instrui-lo sobre S. Vicente, ele quer ser escritor, vai escrever um livro sobre nós. Nós quem, estranha Guida. Nós todos de S. Vicente…”

 

Nós todos de S. Vicente, ou melhor, da cidade do Mindelo, em Cabo Verde, cidade que é o verdadeiro herói deste novo romance de Germano Almeida. Dezenas de personagens – homens e mulheres, novos e velhos – de que se destacam o velho Pepe, filho do João Serralheiro, Júlia, que poderia ser sua filha e foi o grande amor da sua vida, Guida, cujo marido se perde na emigração, enfim a D. Aurora, a Professora Ângela, o Trampinha e uma multidão de outros personagens, cada um com a sua história, todos aqui reunidos num extraordinário romance que é também um retrato de todos nós, sob o olhar complacente e divertido do Monte Cara, lá no alto, em frente à cidade.

 

 

Germano Almeida nasceu na ilha da Boa Vista em 1945. Licenciou-se em Direito na Universidade Clássica de Lisboa. Vive em São Vicente onde, desde 1979, exerce advocacia. Publica as primeiras Estórias na revista Ponto & Vírgula, assinadas com o pseudónimo de Romualdo Cruz. Estas «estórias», depois de revistas e reescritas, às quais se acrescentaram algumas inéditas, foram publicadas em 1994 com o título A Ilha Fantástica que juntamente com A Família Trago, 1998. O primeiro romance publicado por Germano Almeida foi O Testamento do Sr. Napumoceno da Silva Araújo, em 1989. Todas as suas obras confirmam o título que desde sempre reclamou, o de contador de «estórias».

 

Fonte: caminho

English French German Italian Dutch

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários