Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

estrelas do mar.jpg

 

O carnaval do Mindelo vai contar, em 2019, com mais um grupo para abrilhantar ainda mais a festa do rei momo. Estrelas do mar regressa ao sambódromo após sete anos de ausência em “força” e no ano em que celebra os 45 anos de existência. Um regresso para ficar promete a direção que garante originalidade e muitas surpresas. E deixa alerta “ganhar estrelas do mar vai ser difícil”.

 

Luís Gonçalves, presidente do grupo disse que o estrelas do mar vai trazer arte e cultura ao carnaval do Mindelo.

 

“São Vicente pode contar com um mar de carnaval neste 2019. Vamos sair neste carnaval, para mostrar arte e cultura. É a maior manifestação cultual de Cabo Verde e temos uma responsabilidade enorme, assim como sempre tivemos. Estamos aqui para competir apesar de muitos anos longe do asfalto. Mas o facto de sair e pôr o grupo na rua é um sonho realizado” admite a direção que sabe “para ganhar estrelas do mar vai ser difícil”.

 

Cerca de 25 por cento do projeto já está pronto, Luís Gonçalves.

 

Estamos prontos disse ainda a direção do grupo que não adianta mais pormenores preferindo jogar com a surpresa do carnaval. “Mas posso dizer que 25 por cento do projeto já esta pronto. Musica também já está pronta faltando no estando meter a letra”.

 

A espetativa é boa, muitas pessoas têm aderido ao grupo, um estimulo para se seguir em frente, afirma o presidente do grupo.

 

“Desde 2014, pensamos em ressurgir mas cada coisa acontece na sua devida altura. E, como o grupo está a completar 45 anos de existência aproveitamos para surgir em força e surgir para ficar. O nosso carnaval precisa de mais adversidade e originalidade”. 

 

Bitu é o Diretor artístico do grupo mas Luís Gonçalves garante que estrelas do mar trabalha em equipa, com ideias, opiniões e muita democracia.

 

Estrelas do mar faz história no carnaval de Mindelo desde 1974 quando saiu pela primeira vez. A vida do estrela do mar no carnaval mindelense foi no entanto marcada por algumas ausências. A última aparição do grupo no desfile carnavalesco do Mindelo foi em 2012.

 

Para celebrar o regresso de estrelas do mar acontece no dia 26 de maio um juntar de gala que deverá reunir os antigos, atuais e possivelmente novos integrantes do grupo.

romeu ma julieta.jpg

 

A versão crioula de “Romeu e Julieta” de William Shakespeare vai ser apresentada esta noite na Assembleia Nacional, na ilha de Santiago.

 

A peça “Romeu ma Julieta, Um tragédia crioula” é, de acordo com João Branco, uma obra monumental que valoriza a língua crioula e resulta de uma coprodução com a companhia brasileira, Caixa Preta, e a Associação Mindelact. A peça estreou em novembro do ano passado no âmbito do Festival internacional do teatro de Mindelo.

 

O espetáculo crioulo “Romeu ma Julieta, Um tragédia crioula” está marcado para às 21 horas.

 

Com: muzikasapo

festival.jpg

 

“Encontros de gerações” é lema do Festival da juventude que acontece na Baia das gatas entre dias 6 e 8 deste mês. A iniciativa é promovida pela Câmara Municipal de São Vicente, no âmbito do dia Mundial da Juventude e em comemoração aos 139 anos da Cidade do Mindelo.

 

A programação do festival já é conhecida e consta atuações de vários artistas nacionais. Na sexta-feira, DJ Rudy Soares abre o festival, segue-se Cremilda Medina, Ricky Boy, Gil Semedo e Cabo Verde Show encerra o primeiro dia do festival.

No sábado sobem ao palco DJ Fatboy, Projeto Carnaval, Bulimundo, Grace Évora e Loony Johnson.

Dynamo fecha o pano do festival, depois de atuações como DJ Wills Rodrigues, Dub Squad, Débora Paris, Carmen Silva e Banda, Djarilene Paris, Kré SK e Kiddye Bonz.

 

Paralelamente ao festival da Juventude, acontece também atividades desportivas como Torneio de Sub-17 – futebol de Praia e Torneios de Andebol e Vólei.

 

E mais, a programação para as comemorações do dia Mundial da Juventude continua com workshops/ formações em varias áreas como moda, DJ, fotografia, nutrição, maquilhagem e aulas de fitness.

IMG_20180327_193640.jpg

 

O ator e jornalista José Eduardo Fonseca Soares recebeu o prémio mérito teatral, atribuído, no dia internacional do teatro, pelo Mindelact.

 

No discurso de atribuição do prémio, que aconteceu no Centro Cultural do Mindelo, o presidente da assembleia-geral do Mindelact, José Pedro Bettencourt disse que a escolha de Fonseca foi votada, como habitualmente, em reunião da Assembleia da associação e “aclamada”.

 

Bettencourt disse ainda que “a distinção reconhece um percurso de dedicação e muito trabalho em prol do teatro” mas representa também “uma responsabilidade já que concita o nosso extinguido a continuar a dar o seu contributo para mais e melhor teatro”.

 

O galardoado, Fonseca Soares, (Tchá) como é conhecido, agradeceu a homenagem, salientou que a vontade de continuar é “férrea” e garantiu que vai prosseguir “na medida do possível, na medida das possibilidades, das potencialidades ou das necessidades, digamos assim, do mundo das artes cénicas”.

 

Para o ator premiado, no teatro não há personagens “fortes” e ”importantes” e nem é necessário ser “o protagonista”. Fazer teatro, para este amante das artes cénicas, não é mais do que “fazer com que o teatro acontece”. E, não é preciso ser filmado ou reproduzido porque “o teatro que se faz hoje, não é um teatro que se pode reviver, refazer daqui há 10 anos, esse teatro que estamos a fazer num determinado momento, acontece nesse momento” e, é isso que o ator e jornalista considera ser importante “porque torna tudo muito mais humano com as artes cénicas”.

 

Anualmente e desde 1999 que a Associação Mindelact tem atribui o prémio mérito teatral a uma figura que tem contribuído para a promoção e desenvolvimento do teatro cabo-verdiano.

mindelact.jpg

 

A 23ª edição, do Festival Internacional de Teatro do Mindelo arranca hoje com a peça Romeu ma julieta- uma tragédia crioula. O evento prolonga-se até ao dia 11 de novembro com arte, alma e afeto.

 

Cerca de 50 espetaculos e mais de 30 companhias de teatro, oriundos de 13 países participam neste festival, considerado o maior evento de artes cénicas da África Ocidental. Os espetáculos decorrem em diversos palcos ALAIM, JOTAMONTE, Pátio do CCP, ruas e praças de Mindelo, sendo o palco principal o do Centro Cultural do Mindelo.

 

No decorrer do festival, haverá intercâmbio entre os participantes, ações de formação, concertos de música, exposições de design e artes plásticas, bem como o Festival off e Teatrolândia que é uma programação específica dirigida às crianças.

 

Além de Cabo Verde, participa neste evento companhias de teatro oriundos de países como Alemanha, Angola, Argentina, Brasil, Espanha, Inglaterra, Japão, Moçambique, Portugal, República Checa, Senegal e S. Tomé e Príncipe.

 

A 23ª edição conta com “a melhor programação de sempre“ lê-se no site do Mindelact. Este ano, devido a questões logísticas, o Mindelact decorre em novembro.

English French German Italian Dutch

Sobre o autor

foto do autor

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários