Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

 

A cidade da Praia acolhe pela segunda fez a feira municipal do Ambiente. A iniciativa da Câmara Municipal tem como finalidade proporcionar um espaço propício de divulgação dos trabalhos, bem como de troca de experiências.

 

O evento que acontece, a partir de hoje e durante três dias, no parque 5 de Julho vai contribuir ainda para o processo educativo a nível ambiental.

 

Durante a feira serão abordados temas como gestão de resíduos sólidos; da água, higiene e saúde pública; energias renováveis; conservação da natureza e requalificação urbana e ambiental. Para além da exposição, haverá outras diversões.

 

A edição deste ano, a segunda, conta com participação de escolas, empresas ligadas ao ambiental, instituições públicas, associações e artesãos.

 

O Dia Mundial do Ambiente, celebrado ontem 5 de Junho, foi criado em 1972 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, com objectivo de aumentar a conscientização e a preservação ambiental.

 

Com expresso das ilhas

Pensando no velho ditado “é de pequeno que se torce o pepino”, a Associação Amigos do Calhau realiza “Manual de Boas Práticas Ambientais” com ajuda de alunos das localidades piscatória de São Vicente.

Trata-se de um projecto de sensibilização ambiental, cuja finalidade é proteger a Reserva Natural de Santa Luzia.

 

A distribuição do Manual acontece esta segunda-feira, 19, nas escolas do Ensino Básico das localidades do Calhau, Salamansa e São Pedro.

 

Criada em 2002,  a Associação Amigos do Calhau tem como finalidade o desenvolvimento comunitário da localidade piscatória do Calhau, na Ilha de São Vicente. São vários os sectores de actuação: pesca e agricultura, preservação ambiental, promoção da educação de crianças/jovens e do estatuto da mulher bem como apoio à formação de organizações comunitárias.

 

 

A mesa redonda que acontece hoje em Bruxelas tem como finalidade analisar e pressionar o parlamento Europeu a rever a política da pesca da União Europeia principalmente nos países africanos.

 

Cabo Verde será apresentado nessa mesa redonda como exemplo de pesca insustentável dos tubarões pelos barcos da União Europeia. 

 

A Biosfera vai apresentar os dados de capturas deste ano e os problemas que o país enfrenta relactivamente a pesca. “a participação da Biosfera na mesa redonda é quase que um prémio pelo trabalho que temos desenvolvido, na questão da pesca insustentável que existe em Cabo Verde pelos barcos europeus” - disse José Melo Presidente da Biosfera I.


Pretendemos mostrar de uma forma positiva o bom trabalho que pode ser feito neste sentido, disse o responsável da Biosfera, para quem pode haver acordos de pesca, mas de forma organizada.


A ONG cabo-verdiana participa neste encontro na sequência de um documentário realizado entre 2011/2012 em Cabo Verde que denunciava problemas de ordem ambiental, como a extracção de areia nas praias, capturas de tartarugas e pesca insustentável.


Participam na mesa redonda além da Biosfera I, várias instituições como a Greenpeace, WWF, Ocean 2012, ONU e cerca de 300 convidados.
A mesa redonda acontece um dia antes da reunião da União Europeia sobre a Pesca.

English French German Italian Dutch

Sobre o autor

foto do autor

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Eliana de Oliveira

    Estou lendo o livro AFRICA. VIDA SELVAGEM e este l...

  • numadeletra

    Foi a minha estreia na leitura de Lídia Jorge e go...

  • Carmo

    Olá Maria, o disco pode ser encontrado nas livrari...

  • Maria Fraga

    Gostaria de saber como e onde posso comprar este ó...

  • Carmo

    Grande Morgadinho! Grande músico cabo-verdiano. A ...

Mais comentados