Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noviactual

MENU

 

Um dia após ter recebido o diploma, Jorge Carlos Fonseca vetou o Estatuto dos Titulares de Cargos Políticos.

 

Uma decisão que os cabo-verdianos aguardavam ansiosamente. JCF disse ter levado em conta o descontentamento da população cabo-verdiana manifestado em quase todas as ilhas e a situação que o país atravessa.

 

De facto, o país vive uma situação difícil nos últimos tempos: taxa de desemprego elevada, seca, estragos causados pela erupção vulcânica, descontentamento de algumas classes profissionais que reclamam, há muito, uma atualização salarial...

 

No entanto, o novo Estatuto dos Titulares de Cargos Políticos, aprovado por unanimidade pelos três partidos com assento no parlamento, previa uma atualização salarial na ordem dos 65 por cento, bem como outras regalias.

 

O cardeal Arlindo Furtado disse que este não é o momento oportuno e acredita que os deputados não aprovarom o diploma de má-fé.

 

É verdade que a classe política cabo-verdiana é mal remunerada, mas também é verdade que a qualidade politica no país deixa muito a desejar.

 

Milhares de pessoas em quase todas as ilhas posicionaram-se contra o Estatuto dos Titulares de Cargos Políticos, numa manifestação organizada pela Mobilização para Ação Cívica, (MAC#114).

 

Fica assim provada a verdade do velho ditado: “ o povo unido jamais será vencido”.

English French German Italian Dutch

Sobre o autor

foto do autor

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Últimos comentários

  • Eliana de Oliveira

    Estou lendo o livro AFRICA. VIDA SELVAGEM e este l...

  • numadeletra

    Foi a minha estreia na leitura de Lídia Jorge e go...

  • Carmo

    Olá Maria, o disco pode ser encontrado nas livrari...

  • Maria Fraga

    Gostaria de saber como e onde posso comprar este ó...

  • Carmo

    Grande Morgadinho! Grande músico cabo-verdiano. A ...